O FISCAL DA LEI: UM ANJO DA GUARDA NO NATAL

Nesta semana o Ministério Público Estadual sugeriu à Prefeitura de Canela o cancelamento das atividades do Sonho de Natal,“Vida” e “Fábrica dos Sonhos” que aconteceriam na Catedral de Pedras de Canela, a partir desta sexta (30.10.2020), até que a segurança sanitária da população seja restabelecida, sob pena do município responder uma ação civil pública.  Para estas atividades, a Câmara de Vereadores aprovou nesta semana o repasse de recursos públicos na ordem de R$877.000,00 (oitocentos e setenta e sete mil reais) para custear estas programações de final de ano.

Ocorre que, o município de Canela não possui plano de controle de contaminações, no entanto, vem aumentando o número de pessoas contaminadas, assim como o Hospital de Caridade ultrapassou sua capacidade máxima de atendimento e os óbitos aumentam em razão do COVID. Por este motivo, o Ministério Público resolveu salvaguardar o sistema público de saúde, a fim de evitar que a capacidade de atendimento dos hospitais de Gramado e Caxias sofram colapso e vidas sejam perdidas por conta da impossibilidade de atendimento.

O incompreensível é que, diante do alerta e preocupação do administrador do Hospital de Caridade, a grave situação de insegurança sanitária no município de Canela por conta do aumento de contaminações, leitos do Hospital em capacidade máxima e óbitos, o poder público desconsiderou estes complicadores e resolveu programar as atividades presenciais no município. Diante disso tudo, surge o seguinte questionamento: a vida do canelense está numa escala de prioridade?.

A verdade é, o Ministério Público evitou que os R$877.000,00 fossem gastos numa atividade de risco para a saúde pública. Está na hora dos nossos legisladores repensarem sobre o incondicional apoio de gastos em atividades desta natureza e direcionarem os recursos públicos no combate a fome em Canela. Vale a humilde reflexão.  

Veja também

Esporte e Covid: Os dilemas de médicos, treinadores e famílias

Médicos e treinadores estão bastante preocupados com o efeito do reinício das atividades esportivas aqui …