Foto divulgação/ arquivo

ELEIÇÃO PODE MANTER A “MESMICE” NA CÂMARA DE VEREADORES

Nove dos 11 vereadores da Câmara de Canela estão concorrendo à reeleição, dois deles disputam um quarto mandato consecutivo e um vai para o terceiro mandato, o que indica uma forte tendência à continuidade do comportamento passivo do legislativo diante da Prefeitura. Apenas dois vereadores desistiram de disputar as eleições do próximo dia 15.

Na legislatura atual, o PDT é individualmente o partido com a maior bancada (cinco vereadores), seguido pelo MDB (com quatro vereadores) mas o partido do prefeito sempre contou com a maioria dos votos porque recebeu o apoio dos representantes do PSDB e do Republicanos.  Isto facilitou o controle quase total do poder executivo municipal sobre a câmara de vereadores do município. 

O PDT e o PSDB, são os partidos que apresentaram maior número de candidatos para a próxima legislatura, com 19 nomes cada um. O MDB vem logo em seguida com 18 candidatos, enquanto o Republicanos registrou 17 nomes e o PP apresentou 10 postulantes ao cargo de vereador por Canela. PL inscreveu dois candidatos enquanto PT e PC do B apontaram só um nome, cada.

Apenas um candidato e uma candidata se registraram como negros, enquanto 26 mulheres (quase 30% do total de nomes inscritos) concorrem a uma vaga na câmara de vereadores de Canela. A vereadora Carmen Seibt é a única mulher a disputar a reeleição.

Os candidatos e candidatas com curso superior completo (29,8% do total) formam o contingente mais númeroso de inscritos por grau de instrução, vindo em segundo lugar os 22,9% que completaram o ensino fundamental. Nada menos que 15% dos aspirantes a uma vaga na câmara de Canela não terminaram o ensino fundamental.