Um dos protagonistas centrais na crise do saneamento básico em Canela é o Ministério Público Estadual, responsável por vários procedimentos judiciais que buscam pressionar a Prefeitura e a empresa concessionária dos serviços de água a esgoto – Corsan, a resolver um problema que já se arrasta há vários anos e que se tornou mais grave diante do acelerado crescimento imobiliário e populacional da cidade.

O promotor Paulo Eduardo de Almeida Vieira, do MP de Canela, conduz duas ações uma penal e outra criminal contra a Corsan. Além disso, deve receber em breve uma investigação criminal promovida pela Policia Civil, pode iniciar uma segunda ação penal contra a concessionária e cobra da Prefeitura dois Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) também sobre a questão do esgoto. A mais recente intervenção da promotoria foi um acordo assinado pela Corsan e pelo Secretario do Meio Ambiente de Canela, Jackson Miller, prevendo obras de ampliação na rede de tratamento de esgotos na cidade.


O acordo assinado no final de novembro representa um novo movimento na complicada relação entre a Promotoria, a Prefeitura e a Corsan na questão do esgoto. O promotor Paulo Eduardo explica quais os procedimentos judiciais em curso na Promotoria:


Segundo o promotor,  os fatos narrados no vídeo anterior, foram precedidos de um aumento da poluição nos resíduos produzidos pela principal estação de tratamento de Canela:


Depois do agravamento das tensões provocado pelas denúncias de aumento da poluição na estação de Santa Terezinha, surgiu uma alternativa para atenuar o risco de um colapso no saneamento básico de Canela.


O promotor afirma que o acordo firmado pela Corsan e pela Prefeitura no final de novembro não elimina as ações judiciais em curso e faz uma ameaça:


Mas há também questões políticas em jogo, como a relação entre o município e a empresa concessionária:


A relação entre a Prefeitura e a Corsan é uma questão chave na discussão dos rumores sobre uma possível privatização do sistema de água e esgotos de Canela, um tema ainda restrito aos bastidores da política municipal.